| Home | Pesquisa avançada | Profissionais | | Hospitais | Laboratórios | Academias | Farmácias | Contato | Assinante |
Digite o nome, sobrenome, convênio ou especialidade, para encontrar o profissional que procura:
        ENTREVISTA SELECIONADA

Conjuntivite ou Uveítes? Você sabe a diferença entre essas duas doenças? Procurando esclarecer estas e outras dúvidas sobre a saúde dos seus olhos, a equipe do saudeaqui conversou com o Oftalmologista Haroldo Lucena e desvendou todos esses mistérios do olho pra você.

 

 

Saúdeaqui: O que são as uveítes?


Haroldo Lucena
: As uveítes são processos inflamatórios intra-oculares que acarreta uma leve diminuição da visão. As uveítes são basicamente, as inflamações de algumas estruturas dos olhos, tais como íris e a coróide. O nervo óptico e a retina também podem ser afetados.


Saúdeaqui: A uveíte é igual a uma conjuntivite?


Haroldo Lucena:
Os sinais e sintomas das uveítes às vezes se assemelham aos da conjuntivite, como olhos vermelhos e dor ocular, porém geralmente a uveíte é bem mais grave do que a conjuntivite, pois trata-se de uma inflamação mais profundamente localizada onde ocorre a diminuição da visão.



Saudeaqui: Como uma pessoa pode saber se tem apenas uma conjuntivite ou se tem uma uveíte?


Haroldo Lucena: O exame oftalmológico é fundamental para o diagnóstico diferencial destas duas doenças. Sempre que aparecer olhos vermelhos associado à dor e fotofobia, especialmente quando ocorrer embaçamento. A conjuntivite é associada a dor, a história de contato com alguém com os mesmos sintomas e a presença de secreção ocular abundante é mais sugestiva de conjuntivite.

Outro detalhe que pode diferenciar, é que a conjuntivite geralmente afeta os dois olhos e a uveítes pode ocorrer em um olho apenas.



Saudeaqui:
Quais são os principais sintomas das uveítes?

 

Haroldo Lucena: Os principais sintomas são a:


· Sensibilidade à luz (fotofobia)

· Visão embaçada

· Dor e

· Olho vermelho



Saudeaqui: Por que a visão fica embaçada?


Haroldo Lucena: Porque a uveíte é uma inflamação intra-ocular que pode atingir, por contigüidade, estruturas nobres do olho como a retina, o nervo óptico.

 

Saudeaqui: Quanto tempo dura as uveítes?


Haroldo Lucena: Depende do tipo, as uveítes cuja inflamação duram semanas ou poucos meses, e que terminada a crise desaparecem, são chamadas de uveítes agudas. Já nas uveítes crônicas a inflamação dura meses ou anos, sem seu desaparecimento completo entre os períodos de exacerbação.

Podem aparecer repentinamente, com vermelhidão e dor, ou pode ter início mais lento,

com poucos sintomas e perda gradual de foco.


Saudeaqui: O que causa as uveítes?


Haroldo Lucena:
São vários os fatores que podem causar as uveítes são as doenças reumatologicas, infecciosas tais vírus, bactérias, fungos e parasita.

Em sua maioria, a causa da uveíte é desconhecida Processos imunológicos como os fenômenos de auto-imunidade ou uma baixa da imunidade do indivíduo podem estar associados à doença ocular; é possível também  que o “stress” físico e emocional, com alteração secundária da imunidade, possa ser um fator desencadeante de crise de uveíte em alguns casos.

Doenças sistêmicas como a toxoplasmose, toxocaríase, tuberculose, sífilis, herpes e citomegalovírus são exemplos de algumas causas infecciosas para as uveítes.
As doenças reumatológicas, como a artrite reumatóide juvenil e do adulto, a doença de Behçet, o lúpus eritematoso sistêmico, a espondilite anquilosante, dentre outras, também estão incluídas nas causas de uveíte.


Saúdeaqui: As crianças também podem ter uveíte?


Haroldo Lucena
: Sim, uma causa importante de uveíte na infância é a artrite reumatóide juvenil. Muitas vezes, o diagnóstico nas crianças é feito tardiamente, visto que as queixas visuais nem sempre são referidas pelas mesmas. Isso reforça a necessidade de exames periódicos nesse grupo etário.


Saúdeaqui: A uveíte pode comprometer a visão?


Haroldo Lucena: Sim, pode. Quando não tratada de forma adequada ou quando o diagnóstico é muito tardio, a uveíte pode causar danos visuais irreversíveis. Ela pode causar ainda glaucoma, descolamento de retina, catarata, além das cicatrizes na retina que causam redução na visão.


Saúdeaqui: Como tratar?


Haroldo Lucena
: Em muitos pacientes há necessidade não só do uso de colírios, mas também de medicamentos específicos para a causa da doença (antibióticos, antifúngicos, antivirais), pois as uveítes podem representar um quadro ocular grave e necessitam ser tratadas o mais rápido possível.

Em se tratando de uma doença reumatológica, auto-imune ou de causa desconhecida, o principal medicamento utilizado são os corticóides ou os imunomoduladores. A participação de mecanismos imunológicos variados contribui para agravar o caráter de cronicidade do caso e por isso, esses medicamentos, em geral, são utilizados por tempo prolongado. Por isso, a integração entre as várias especialidades médicas é muito importante no seguimento dos pacientes com uveíte.

Não esquecer também de procurar sempre um médico especializado para maiores dúvidas.


Saúdeaqui: Qual seria a principal recomendação diante da suspeita de uveítes?

Haroldo Lucena:
A principal recomendação é antes de tudo, ao surgimento das manchas, procurar o oftalmologista. Seu oftalmologista deverá sempre ser informado sobre sua saúde geral. Olho vermelho e baixa acuidade visual podem ser indícios de uveítes e a avaliação de um oftalmologista é indispensável nesses casos. O acompanhamento periódico e uma boa relação médico- paciente são fundamentais, visto que as uveítes podem surgir em surtos e estar associadas a outras doenças, o que exige um controle rigoroso e individualizado. Seguindo estas instruções o paciente será bem assistido caso acometido desta enfermidade.

 

 

Haroldo Lucena é Especialista em Doença Externa Ocular e Córnea, Uveítes e Catarata pela Escola Paulista de Medicina.

Atualmente ele atende na clínica:

Neo - Núcleo de Especialização de Oftalmologia e Otorrinolaringologia:

Av. Rui Barbosa, 187 – Torre

Fone: (83) 3225 1800 / 3225 3195

João Pessoa - PB
Saudeaqui.com - Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela DX3